31!

9 de março. 31 voltas ao sol.

O que é preciso para escrever uma nova volta? A lua, o sol e a estrela.
A lua, que traz a magia de cada fase antes do alcance do olhar.
O sol, que acende a luz do caminho certo.
E estrela, a própria estrela, que faz com que cada volta tenha a sua própria vida. Uma nova vida a cada ciclo.

Afinal, a volta nunca está num só lugar, é dinâmica, é expansiva, é propulsora. E é movimento, cheio de lugares, cada um deles em determinadas coordenadas. Quando as coordenadas se situam, em simultâneo, sobre a mente e o coração, e a estrela segue nesse alinhamento, então é a volta perfeita.

Parabéns a mim!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s